Campanha de vacinação contra pólio e sarampo é prorrogada até 14 de setembro - Saúde | Valter Vieira - Informação de qualidade
10 de dezembro de 2018
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

SAÚDE - 03/09/2018

Campanha de vacinação contra pólio e sarampo é prorrogada até 14 de setembro

Campanha de vacinação contra pólio e sarampo é prorrogada até 14 de setembro

A campanha de vacinação contra a pólio e o sarampo, que teria acabado na última sexta-feira (31), foi prorrogada até o dia 14 de setembro. Segundo o Ministério da Saúde, o prazo foi estendido nos Estados que ainda não atingiram a meta de vacinar pelo menos 95% das crianças de 1 a 5 anos.

Confira abaixo quais deles integram a lista, com os respectivos índices de cobertura vacinal:

Rio de Janeiro, (67,6% na pólio e 68,83% no sarampo);Roraima, (72,52% na pólio e 72,26% no sarampo);Pará, (81,28% na pólio e 81,25% no sarampo);Piauí, (82,14% na pólio e 81,87% no sarampo);Distrito Federal, (82,83% na pólio e 82,35% no sarampo);Acre, (83,33% na pólio e 83,45% no sarampo);Bahia, (85,1% na pólio e 84,58% no sarampo);Rio Grande do Sul, (85,94% na pólio e 85,62% no sarampo);São Paulo, (86,08% na pólio e 85,23% no sarampo);Alagoas, (86,91% na pólio e 86,88% no sarampo);Rio Grande do Norte, (87,53% na pólio e 86,95% no sarampo);e Amazonas, (87,66% na pólio e 92,41% no sarampo).

Os demais Estados - Amapá, Santa Catarina, Pernambuco, Rondônia, Espírito Santo, Sergipe e Maranhão - conseguiram chegar à meta e, portanto, não terão o prazo estendido.

Alcance nacional

Considerando o total de crianças de 1 a 5 anos no Brasil, dados preliminares apontam que 88% delas foram imunizadas . Em todo o país, durante a campanha, foram aplicadas mais de 19,7 milhões de doses das vacinas (aproximadamente metade de sarampo e a outra metade, de pólio).

Lembrando que todas as crianças nessa faixa etária devem se vacinar, independentemente da situação vacinal.

"É preciso que os gestores de saúde, bem como pais e responsáveis, se conscientizem da importância da vacinação contra essas doenças. Para estarmos protegidos contra a pólio e sarampo é preciso atingir a meta de 95% nacionalmente”, afirmou o ministro da Saúde, Gilberto Occhi.

Objetivos da campanha

A campanha tem por objetivos:

Vacinar quem nunca se protegeu;Completar todo o esquema de vacinação de quem não tomou todas as doses;Dar uma dose de reforço para quem já se vacinou completamente (ou seja, tomou todas as doses necessárias à proteção).

Esse tipo de campanha que inclui o reforço da dose, informa o Ministério da Saúde, acontece de quatro em quatro anos e já estava prevista no orçamento da pasta. Esse ano, no entanto, a campanha é ainda mais importante dada à volta da circulação do sarampo no território brasileiro e a ameaça da poliomielite.

Surto de sarampo

Até o dia 28 de agosto, foram confirmados 1.553 casos de sarampo - além de 6.975, que permanecem em investigação.

Atualmente, há dois surtos da doença no país: no Amazonas, com 1.211 casos confirmados e 6.905 em investigação, e em Roraima, com 300 casos confirmados e 70 em investigação.

G1

Enquete

Você concorda com a reforma da previdência?

*Enquete encerrada.
  • 3%
  • 24%
  • 74%