Codecon autua estabelecimentos por aumento abusivo no preço do gás de cozinha - Salvador | Valter Vieira - Informação de qualidade
14 de dezembro de 2018
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

SALVADOR - 28/05/2018

Codecon autua estabelecimentos por aumento abusivo no preço do gás de cozinha

Codecon autua estabelecimentos por aumento abusivo no preço do gás de cozinha Três estabelecimentos foram autuados devido ao aumento abusivo nos preços do botijão de gás de cozinha de 13 kg pela Diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor (Codecon), nesta segunda-feira (28). Um dos estabelecimentos, por exemplo, vendia cada unidade por R$ 100, o que está bem distante da tabela sugerida pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), deveriam ser vendidos por valores entre R$ 50 e R$ 63 em Salvador e região. Os locais também não apresentavam tabela de preços visível para os clientes. Os técnicos da Codecon visitaram cinco pontos comerciais localizados nos bairros do Uruguai e Massaranduba, na Cidade Baixa e, nesta terça (29), a operação prossegue."Fomos alertados sobre os aumentos abusivos do gás de cozinha pela própria população, na última semana, enquanto realizávamos operações voltadas para coibir aumentos semelhantes na comercialização de combustíveis nos postos da cidade, devido à crise no abastecimento gerada pela greve dos caminhoneiros", afirmou o diretor da Codecon, Alexandre Lopes. Os cidadãos procuraram a equipe para denunciar locais onde eram cobrados preços incompatíveis com os praticados antes da greve. As empresas autuadas têm dez dias para apresentar justificativa para o preço abusivo junto à Codecon. Caso as explicações não sejam aceitas pelo órgão, o ato pode resultar em multa, que varia entre R$ 600 e R$ 6 milhões. O cidadão pode denunciar abusos deste tipo por meio do Fala Salvador 156 e pelas redes sociais da Codecon, além do WhatsApp (71) 98549-6008 ou do aplicativo Codecon Mobile, disponível para iOS e Android. BN

Enquete

Você concorda com a reforma da previdência?

*Enquete encerrada.
  • 3%
  • 24%
  • 74%