Ônibus não saíram das garagens porque empresas não fizeram lista, explica sindicato - Salvador | Valter Vieira - Informação de qualidade
14 de dezembro de 2018
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

SALVADOR - 23/05/2018

Ônibus não saíram das garagens porque empresas não fizeram lista, explica sindicato

Ônibus não saíram das garagens porque empresas não fizeram lista, explica sindicato Embora o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) tenha determinado que 50% da frota de ônibus circulassem na cidade em horário de pico, os ônibus da Integra Salvador não saíram das garagens. O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Hélio Ferreira, explicou ao Bahia Notícias que os trabalhadores esperam que o consórcio indique quais linhas irão operar. "As empresas não fizeram a lista de trabalhadores. Estamos esperando isso pra saber quais são os trabalhadores que vão vir tirar os carros da garagem", pontua Ferreira, que é também vereador pelo PCdoB. Em assembleia, realizada na tarde de terça-feira (22) após suspenderem as negociações com o patronato, a categoria afirmou que colocaria a frota na rua, mas com catraca livre. A ordem do TRT era para que 50% dos ônibus operassem nos períodos de 5h até 8h e de 17h até 20h e ao menos 30% da frota nos demais horários. A greve foi deflagrada após dois meses de negociação, sem que a Integra apresentasse qualquer contraproposta para a campanha salarial dos rodoviários. A alternativa, apresentada pela prefeitura, foi o remanejamento de 800 micro-ônibus de quatro cooperativas da região metropolitana e de outros coletivos do Subsistema de Transporte Especial Complementar (Stec). BN

Enquete

Você concorda com a reforma da previdência?

*Enquete encerrada.
  • 3%
  • 24%
  • 74%