ACM Neto nega boicote à campanha de Zé Ronaldo - Política | Valter Vieira - Informação de qualidade
18 de outubro de 2018
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

POLÍTICA - 04/10/2018

ACM Neto nega boicote à campanha de Zé Ronaldo

ACM Neto nega boicote à campanha de Zé Ronaldo

Presidente nacional do Democratas, o prefeito de Salvador, ACM Neto, negou na noite desta quarta-feira (3) que tenha ‘abandonado’ a campanha de seu correligionário Zé Ronaldo na disputa pelo governo da Bahia.

“Li isso agora há pouco em alguns sites. Não procede. Que fique claro. Não existe isso de forma alguma. Eu tenho que conciliar minha agenda administrativa com minha agenda política. Amanhã teremos também agenda administrativa e à noite eu vou ao Rio de Janeiro acompanhar o debate ao lado de Geraldo Alckmin. Sexta e sábado eu estarei com minha agenda política toda aqui. Portanto, sigo normalmente na campanha, conforme havia sido traçado o planejamento. Não voto em quem não acredito. Continuo acreditando que Zé Ronaldo é o melhor para a Bahia e vou firme nesse propósito”, respondeu ACM Neto a questionamento do bahia.ba, na chegada para cerimônia de entrega da Praça Inêz Santos Lima, no bairro Vila Canária.

Ele reiterou que ficou “surpreendido” com a declaração de apoio de Zé Ronaldo ao candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, contrariando a aliança de seu partido com Geraldo Alckmin, do PSDB. “Eu ontem fui surpreendido com a declaração de José Ronaldo. Ele não combinou isso comigo. Nós não tínhamos nenhum conhecimento a respeito dessa decisão dele. Eu não concordo com a decisão dele. Tenho que ser claro. Democratas tem que ter outro pensamento”.

ACM Neto admitiu a dificuldade de Alckmin na disputa pelo Planalto, mas reafirmou apoio do DEM até o fim. “Quando apoiamos o Geraldo, sabíamos que não seria fácil a eleição com ele. Talvez fosse mais fácil apoiar outro candidato. Continuo tendo certeza que Geraldo é o quadro mais preparado dos candidatos que nós temos para presidir o Brasil diante do cenário que nós temos hoje. Pode ser que a maioria dos eleitores não pensem igual a mim, e eu tenho que respeitar. Sou acima de tudo democrata. Nem sempre eu vou estar do lado da maioria, às vezes estarei do lado da minoria”. BAHIA.BA

Enquete

Você concorda com a reforma da previdência?

*Enquete encerrada.
  • 3%
  • 24%
  • 74%