"Eu ouvi uma voz que mandou matar ele", afirmou acusado de crime contra taxista - Polícia | Valter Vieira - Informação de qualidade
17 de dezembro de 2018
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

POLÍCIA - 12/01/2018

"Eu ouvi uma voz que mandou matar ele", afirmou acusado de crime contra taxista

Na tarde desta quinta-feira (11), policiais da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) prenderam Luís Carlos Costa Sacramento, 25 anos, residente na rua Lençóis, bairro Jardim Cruzeiro, em Feira de Santana.
O jovem afirmou ter matado no inicio da semana o taxista Pascoal Dias dos Santos, de 70 anos no município de Antônio Cardoso.
Relembre o fato:http://centraldepoliciafsa.blogspot.com.br/2018/01/taxista-feirense-e-brutalmente.html

"Na delegacia, Luís Carlos confessou o crime, mas durante o depoimento notamos nele um distúrbio mental, e estamos analisando se realmente ele possui essa deficiência", pontuou o delegado André Ribeiro.
"Ele disse que ouviu uma voz que mandou matar o taxista. Após a prisão, Luís disse que a vítima havia dedurado à polícia, um roubo que foi cometido por ele", disse o titular da especializada, que descartou a hipótese de latrocínio.
"Ainda durante interrogatório, o acusado afirmou ter dado uma gravata e quebrado o pescoço do idoso, em seguida ateou fogo no automóvel utilizando um isqueiro", explicou André Ribeiro.
Durante a entrevista Carlos informou ao repórter Sotero Filho que iria pegar uma van para Antônio Cardoso, mas a voz falou para ele entrar no táxi.

“A voz falou comigo, na minha mente, e eu fiquei escutando e quando entrei no carro era um homem jovem dirigindo, mas já estou confuso,” afirmou o acusado.

Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa e fotos de Sotero Filho.

Enquete

Você concorda com a reforma da previdência?

*Enquete encerrada.
  • 3%
  • 24%
  • 74%