Ex-secretário de Obras do Rio é preso pela 2ª vez; operação foca em esquema no BRT - Lava Jato | Valter Vieira - Informação de qualidade
18 de fevereiro de 2018
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

LAVA JATO - 23/01/2018

Ex-secretário de Obras do Rio é preso pela 2ª vez; operação foca em esquema no BRT

Ex-secretário de Obras do Rio é preso pela 2ª vez; operação foca em esquema no BRT O ex-secretário de Obras da prefeitura do Rio de Janeiro Alexandre Pinto voltou a ser preso nesta terça-feira (23) a pedido da força-tarefa da Operação Lava Jato – ele já tinha sido preso em agosto durante a operação Rio 40 Graus, cujo desdobramento foi deflagrado nesta terça, batizada de Mãos à Obra. O ex-gestor havia sido libertado em novembro. A apuração tem como foco um esquema de propinas envolvendo obras do BRT TransBrasil. O modal ainda está construção no Rio tem custo previsto de R$ 1,4 bilhão. Os investigadores apontam que o esquema era comandado por Alexandre Pinto. Além de Pinto, foram presos preventivamente Alexandre Pinto, ex-secretário de Obras; Vagner de Castro Pereira, ex-subsecretário municipal de Obras e presidente da Comissão de Licitações da secretaria; Juan Luís Bertran Bittlonch, doleiro. Há ainda mandados de prisão temporária contra: Rui Alves Margarido, Eder Parreira Vilela. Também estão sendo cumpridos 21 mandados de busca e apreensão, expedidos pela juíza substituta da 7ª Vara Criminal Federal, Caroline Vieira Figueiredo, já que o juiz Marcelo Bretas está de férias. Agentes da PF cumpriram mandados no prédio da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos, no Estácio, por volta das 6h. Pouco antes das 7h30, deixaram o local levando documentos. BN

Enquete

Você concorda com a reforma da previdência?

*Enquete encerrada.
  • 3%
  • 24%
  • 74%