Vitória bate Chape, volta a vencer após três jogos e alivia crise - Futebol | Valter Vieira - Informação de qualidade
21 de junho de 2018
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

FUTEBOL - 06/06/2018

Vitória bate Chape, volta a vencer após três jogos e alivia crise

Vitória bate Chape, volta a vencer após três jogos e alivia crise

Foi apertado, foi sofrido, foi com pouco futebol, mas foi. Novamente com destaque para Neilton, autor do único gol do jogo, o Vitória venceu a Chapecoense por 1 a 0, nesta quarta-feira, 6, no Barradão, e deixou a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O triunfo, válido pela 10ª rodada, também fica marcado por ser a primeira vez que o Leão termina uma partida sem sofrer gols na competição nacional.

A importante vitória, no entanto, não poderá ser comemorado por muito tempo. No sábado o time volta a campo, dessa vez para encarar o Corinthians, fora de casa também pelo Campeonato Brasileiro.

Neilton e mais dez

O confronto entre as duas piores defesas do Campeonato Brasileiro não podia começar de outro jeito, que não fosse com boas chances de finalização. A primeira oportunidade veio dos pés de Rhayner, que chutou cruzado após boa descida pela direita. Logo depois, Apodi foi quem encontrou espaço para invadir a área e chutar a gol, mas a tentativa não levou perigo.

Tudo indicava que seria um jogo aberto, cheio de chances de gols, mas não foi bem assim. As duas equipes não conseguiam trocar mais de quatro passes sem cometer um erro, e o jogo ficou até difícil de assistir. Quando a jogada não era encerrada por um passe equivocado, era por uma falta cometida pelo adversário.

Somente aos 18 minutos foi possível ver uma nova jogada de lucidez. Wallyson descolou ótimo passe para Jerferson, que usou a perna esquerda para cruzar na medida para André Lima. O atacante, ao melhor estilo Ronaldo contra a Turquia em 2002, esticou a perna e acertou a bola, mas parou em Jandrei, que fez boa defesa.

Logo em seguida, após bola rebatida pela zaga da Chape, foi a vez de Neilton conseguir a finalização. A bola do camisa dez tinha endereço certo, mas foi desviada por Douglas, que já estava caído na pequena área.

Os minutos seguintes foram um verdadeiro show de horrores, com muitos passes errados e nenhuma chance clara para inaugurar o marcador. E assim, sem muita emoção, o primeiro tempo chegou ao fim o placar em 0 a 0.

As duas equipes voltaram para a segunda etapa sem mudanças. O panorama do jogo, pelo menos nos primeiros minutos, também não foi muito diferente. A bola ficava mais tempo com o Vitória, que não conseguia usar a posse para criar oportunidades de finalização e errava mais que acertava ao tentar atacar os visitantes.

A história do jogo mudou aos 16 minutos, com uma participação especial de um velho conhecido da torcida rubro-negra. Apodi, agora lateral da Chape, dominou errado na entrada da área e deixou a bola de presente para Neilton. O camisa dez, artilheiro do time na temporada, não vacilou e usou a perna esquerda para acertar um chute indefensável. Estava aberto o placar no Barradão.

O gol sofrido acordou a Chape. Quatro minutos depois o time foi ao ataque e quase chegou ao empate em cobrança de falta de Arthur. Ronaldo se esticou todo para evitar que a bola entrasse no canto esquerdo de sua meta. Na frente do placar, o Leão diminuiu o ímpeto e passou a encerar mais o jogo, principalmente com quedas de jogadores em campo. Ronaldo e Rhayner, por exemplo, receberam atendimento médico mais de uma vez.

A Chape deu alguns sustos no tradicional abafa dos minutos finais, mas não conseguiu chegar ao gol de empate no Barradão. O triunfo pelo placar mínimo foi suficiente para tirar o Leão da zona de rebaixamento. Agora é a equipe catarinense que figura no grupo dos quatro últimos. A TARDE

Enquete

Você concorda com a reforma da previdência?

*Enquete encerrada.
  • 3%
  • 24%
  • 74%