Colbert Martins Filho assume a Prefeitura de Feira assegurando dar continuidade à gestão de José Ronaldo - Feira de Santana | Valter Vieira - Informação de qualidade
23 de setembro de 2018
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

FEIRA DE SANTANA - 10/04/2018

Colbert Martins Filho assume a Prefeitura de Feira assegurando dar continuidade à gestão de José Ronaldo

Colbert Martins Filho assume a Prefeitura de Feira assegurando dar continuidade à gestão de José Ronaldo

Enfatizando a responsabilidade de administrar a maior cidade do semi-árido do Brasil, Colbert Martins Filho foi empossado prefeito de Feira de Santana, em solenidade na Câmara Municipal, na manhã desta terça-feira, 10, em sessão presidida pelo vereador José Carneiro.

O novo prefeito assume a Prefeitura Municipal em função do afastamento de José Ronaldo de Carvalho, que se desincompatibilizou da chefia do Executivo, após um ano e três meses exercendo o  mandato, para disputar o Governo do Estado.

Na transmissão do cargo, no saguão do Paço Municipal Maria Quitéria, onde ouviu do ex-prefeito José Ronaldo palavras de estímulo, Colbert Martins afirmou que “o trabalho vai continuar para que tenhamos uma Feira de Santana cada vez mais forte”.

“Nos últimos dias, tenho recebido muitas mensagens, palavras de fortalecimento e carinho. Agradeço ao povo de Feira pela confiança em mim depositada, por acreditar que seguirei trabalhando pelo progresso da nossa cidade”, disse Colbert.

Reafirmando compromissos

Quanto as obras que se encontram em andamento em todo o Município, a exemplo do Centro Comercial Popular e a conclusão do Projeto BRT, que vão promover um salto qualitativo na vida do povo feirense, Colbert Martins asseverou que todas as intervenções oriundas da gestão de José Ronaldo serão rigorosamente concluídas e entregues à comunidade.

Além de afirmar que irá “honrar com todo empenho e satisfação” os compromisso firmados pelo seu antecessor, Colbert sublinhou: “Aproveitarei essa oportunidade para desenvolver projetos e ações que também acredito e defendo, como o fortalecimento da saúde pública e a diminuição da violência”.

Dados biográficos

Primogênito de Elizabeth Gomes Martins e Colbert Martins da Silva, ambos falecidos, Colbert Martins da Silva Filho nasceu no dia 2 de outubro de 1952.

Aos 12 anos de idade, já convivia com o ambiente da política. O seu pai, dentista, exerceu três mandatos de vereador na cidade, o cargo de secretário municipal de Viação e Obras Públicas. Sendo perseguido pelo golpe militar de 1964 foi obrigado a interromper, temporariamente, a vida pública.

Tendo estudado em escola pública, após exame de admissão Colbert Martins Filho concluiu o antigo curso ginasial no então disputado Ginásio Municipal.

Prestou vestibular para Universidade Federal da Bahia (UFBA), onde concluiu o curso de medicina, profissão que acumula com a de professor licenciado da Universidade Estadual de Feira de Santana – UEFS.

Sem interromper a atividade médica, em 1982, durante noves meses, viveu a primeira experiência pública ao ser nomeado diretor executivo da autarquia municipal Surfeira, um dos mais importantes órgãos do primeiro escalão da administração municipal. 

No cargo comandou várias ações, entre elas a conclusão das obras para a instalação da Câmara de Vereadores, no imóvel onde ainda funciona.

Assimiu, na esfera federal, a Chefia de Medicina Social do Inanps na região; comandou, no âmbito estadual, a 2ª Diretoria Regional de Saúde – Dires, ascendendo ao cargo de Sub-Secretário de Saúde do Estado, à época da implantação no Hospital Geral Cleriston Andrade da primeira “UTI” pública da região.

Foi Secretário Nacional de Programa e Desenvolvimento de Turismo do Ministério de Turismo.

Em 1990, pelo PMDB sucedâneo do MDB, conquistou, com base em Feira de Santana, o mandato de deputado estadual, sendo o mais votado do município. Por se destacar no plenário, nas comissões técnicas permanentes e especiais e nas articulações políticas foi escolhido sucessivamente por quatro vezes pelo Comitê de Imprensa da Assembleia Legistativa, “O Melhor Deputado do Estado da Bahia”. 

Foi no exercício do mandato estadual, já antevendo a liderança da Feira de Santana no Estado e em especial nas cidades que sofrem sua influência, que apresentou o Projeto de Lei criando a Região Metropolitana de Feira de Santana.

Na segunda metade da legislatura 1995/1999 exerceu o primeiro mandato de deputado federal, sendo seu nome incluído entre os 100 melhores do Congresso Nacional.

Neste período, direcionou a maior parte da verba pessoal para Feira de Santana, que ganhou obras nas áreas de saúde, saneamento e lazer, com destaque para quatro unidades de saúde – Queimadinha e Viveiros, ambas na sede e outras duas no povoado de Pé de Serra, no distrito de Maria Quitéria, e sede do distrito de Matinha. Suas emendas também viabilizaram a implantação de várias quadras poliesportivas, na cidade e na zona rural.

Eleito em 2002 para um novo mandato, teve destacada presença em várias comissões permanentes, temporárias e mistas, entre elas a Comissão de Constituição e Justiça. Participou, ainda, das comissões mistas de Planos e Orçamento Público, e da “CPI das Sanguessugas”.

Reeleito em 2006, obtendo, em Feira de Santana, a maior votação dada a um candidato a deputado federal, na história político-eleitoral do município, na Câmara Federal foi vice-líder da bancada do PMDB e um dos vice-líderes no Congresso Nacional.

Com a mesma visão dos mandatos anteriores, no quatriênio 2007-2010 além da destinação de emendas pessoais buscou verbas nos diversos ministérios para Feira de Santana.

Das emendas pessoais, destaque para o aparelho de tomografia do Hospital Clériston Andrade e a ampliação do Programa Cidade Digital de Feira Santana.

No caso das dotações ministeriais, conseguiu obras de saneamentos junto aos Ministérios da Integração Nacional e Saúde, enquanto que no Ministério do Turismo realizou o sonho de Matinha, seus povoados, vilas e fazendas, com asfaltamento da Avenida Gil Oliveira.

Nas eleições municipais de 2012, em nome do PMDB fez aliança com partido Democratas, indicando o candidato a vice-prefeito.

Na disputa seguinte, as municipais de 2016, repetiu a aliança sendo o candidato a vice-prefeito na chapa vitoriosa encabeçada pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho.

Casado com a médica Adenilda Martins e pai de Alexandre e Daniela, Colbert Martins foi o Coordenador da Bancada Baiana em 2008 e chegou a presidência da Fundação Ulisses Guimarães, no Estado da Bahia.

No desempenho dos diversos mandatos eletivos e cargos públicos, Colbert Martins se inspira nas lições de coerência, dignidade e honradez ensinadas pelo pai.

Dados biógrafos do historiador e jornalista Adilson Simas

SECOM

Enquete

Você concorda com a reforma da previdência?

*Enquete encerrada.
  • 3%
  • 24%
  • 74%