Human Rights Watch critica decisão judicial que permite 'cura gay' no Brasil - Especial | Valter Vieira - Informação de qualidade
15 de agosto de 2018
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

ESPECIAL - 20/01/2018

Human Rights Watch critica decisão judicial que permite 'cura gay' no Brasil

Human Rights Watch critica decisão judicial que permite 'cura gay' no Brasil A ONG Human Rights Watch (HRW) repudiou a decisão do juiz federal em Brasília que permitiu psicólogos de promoverem tratamentos para alteração de orientação sexual, conhecida como “cura gay”. O repudio foi declarado em um relatório da ONG divulgado nesta quinta-feira (18). A decisão permite aos psicólogos de prestarem auxílio aos interessados em mudar sua orientação sexual. A HRW lembra que o Conselho Federal de Psicologia é contra esse tratamento e recorreu da decisão. A Human Rights Watch é uma organização internacional sem fins lucrativos voltada à proteção dos Direitos Humanos. Seus recursos vêm de doações de pessoas físicas e jurídicas, contribuições governamentais, da realização de eventos e da organização de publicações. A ONG destaca que a Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos recebeu 725 denúncias relacionadas à violência física ou psicológica contra homossexuais e transgêneros no primeiro semestre de 2017. O caso citado como exemplo de intolerância foi o da transgênero Dandara dos Santos, de 42 anos. Dandara foi agredida com socos e pedras até a morte por alguns homens. BN

Enquete

Você concorda com a reforma da previdência?

*Enquete encerrada.
  • 3%
  • 24%
  • 74%