Preso: tem início pena de Lula, na Superintendência da PF em Curitiba - Brasil | Valter Vieira - Informação de qualidade
24 de abril de 2018
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

BRASIL - 08/04/2018

Preso: tem início pena de Lula, na Superintendência da PF em Curitiba

Preso: tem início pena de Lula, na Superintendência da PF em Curitiba

Brasília, Curitiba e São Bernardo do Campo (enviados especiais) – Às 22h30 deste sábado (7/4), teve início o cumprimento da sentença do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, quando ele deu entrada na Superintendência da Polícia Federal de Curitiba (PR). Presidente de honra e fundador do Partido dos Trabalhadores, ele foi condenado a 12 anos e um mês de reclusão no caso do triplex do Guarujá (SP). Responderá pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Acompanhado de dois advogados, o ex-presidente seguiu de helicóptero do Aeroporto Afonso Pena, na região metropolitana de Curitiba e a 18km da capital, para a sede dos federais no estado. Agentes aguardavam, na pista, o pouso do jato do Comando Aéreo Operacional da corporação que conduziu o petista do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, para o terminal internacional paranaense.

Na superintendência regional da corporação em Curitiba, o primeiro ex-presidente da República preso desde a redemocratização do país será instalado em um alojamento adaptado, com 5m² x 3m², que conta com chuveiro com água quente, TV e cama, no lugar de beliche. O endereço é o mesmo, embora em ala separada, onde já está detido o ex-ministro Antonio Palocci e que receberá o ex-presidente da empreiteira OAS, Léo Pinheiro, condenado com Lula no caso do triplex.

Apoiadores e opositores de Lula ocuparam as imediações da sede da PF curitibana. Quando Lula chegou, eram cerca de 400 pessoas, separadas por um cordão de isolamento montado por militares dos batalhões de Choque e de Trânsito. Do lado petista, houve um ato ecumênico. Do lado anti-Lula, manifestantes estouraram champanhe e fogos de artifício assim que as hélices do helicóptero com Lula foram desligadas. Ouviram-se palavras de ordem como “Lula ladrão, seu lugar é na prisão”.

Pouco antes da aeronave com o líder petista pousar, uma ordem judicial determinou aos manifestantes deixarem as imediações do local de detenção do ex-presidente. A determinação veda novos protestos na área, embora o comando do PT local negocie a permanência de seus seguidores por ali em apoio ao líder petista. Também em solidariedade ao político e para acompanhar sua apresentação, pouco antes de o próprio Lula chegar ao aeroporto curitibano, desembarcaram no terminal os senadores Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, e Lindbergh Farias – eles seguiram de São Paulo para o Paraná em voo fretado. Antes de ocupar a sala a ele reservada, Lula teve um momento a sós com seus advogados. METRÓPOLES

Enquete

Você concorda com a reforma da previdência?

*Enquete encerrada.
  • 3%
  • 24%
  • 74%